Breaking News
recent

Assim que estão as plantas e animais de Chernobyl, 31 anos após a tragédia

Tanto vivendo em sociedade faz com que nos acostumássemos à paisagem das grandes cidades: prédios de grandes proporções; pouca vegetação, etc. Mas o que aconteceria se uma grande cidade, subitamente, deixasse de abrigar seres humanos?

Bem, é praticamente isso que aconteceu com Chernobyl após o desastre de 1986. Considerada por muitos como o maior desastre que já acometeu seres humanos e natureza, a explosão do reator 4 da planta nuclear da cidade fez com que uma grande parte da região, pertencente à Ucrânia, ficasse sem condições de abrigar humanos.
Imagem da cidade de Chernobyl abandonada após o acidente nuclear. Créditos: Pixabay.

Por conta disso, a natureza vive e cresce de maneira diferente do resto do mundo, já que não sofre a ação das pessoas. Entretanto, isso não quer dizer, necessariamente, que o lugar é perfeito para animais e plantas. A radiação que foi deixada por lá ainda faz com que seres vivos nasçam com deformidades, e causam mutações em vegetais.
Animais enfrentam mutações ainda por conta da explosão de 1986. Créditos: YouTube.

Este tronco, por exemplo, apresenta uma estranha alteração na sua cor. Como você já deve saber, a idade de uma árvore pode ser identificada a partir da análise dos anéis presentes no tronco, e neste exemplar, a coloração dos anéis muda justamente a partir do ano da explosão.
Créditos: YouTube

Confira, no vídeo abaixo, o que o biólogo Timothy Mousseau descobriu na região durante sua visita:
Tecnologia do Blogger.