Breaking News
recent

Esta é a prova definitiva de que isto não foi feito para limpar os ouvidos!

Muitos médicos alertam que o uso indevido de hastes flexíveis de algodão pode causar danos ao canal auditivo. Acredite ou não, nossos ouvidos possuem um sistema de autolimpeza e podem ficar com um pouco de cera de vez em quando sem maiores problemas.

A cera, de fato, é nossa amiga pois protege nossos ouvidos de bactérias, insetos e sujeira. No entanto, às vezes produzimos muita cera e usamos estas hastes flexíveis para retirá-la.
Isso parece familiar?

Se você confia nestes objetos para deixar seus ouvidos limpos, então, aqui está uma situação pela qual Dr. Kunal Karade passou e que pode servir de alerta.

Dr. Karade, de Nagpur, na Índia, recentemente teve que remover parte de uma ponta de algodão que tinha ficado alojada no interior do canal auditivo de um paciente.
Isso já soa desagradável, no entanto, o paciente em questão não sabia do fato de que o pedaço de cotonete ficou lá por cinco dias. Ele tinha ido visitar o médico por que o ouvido estava tampado e coçava, quando descobriu o objeto durante um exame. 

Em um guia de cuidados para pacientes, os Hospitais da Universidade de Oxford explicam: “A pele dos ouvidos age como uma esteira transportadora, que viaja ao longo do seu canal auditivo e do seu tímpano, trazendo quaisquer detritos. Se você usar hastes flexíveis de algodão ou qualquer outra coisa para limpar seus ouvidos, pode interromper o processo de limpeza natural das orelhas”. Ele continua: “Muitas vezes a única coisa que você consegue fazer com o cotonete é empurrar a cera mais para dentro, ficando temporariamente surdo e causando danos ao seu canal auditivo ou ao seu ouvido”. 

Se a sua “esteira transportadora” dos ouvidos não está funcionando e você tem um acúmulo de cera, a melhor coisa a fazer é visitar seu médico para que ele limpe seus ouvidos por meio de um procedimento simples. 

O objeto é chamado comercialmente por um famoso nome que preferimos não usá-lo por se tratar de uma marca registrada, por isso, usamos o seu nome técnico: hastes flexíveis de algodão.

Tecnologia do Blogger.